top of page

Manzoni visita centro de saúde para pessoas com deficiência auditiva, intelectual e TEA

O Deputado Thiago Manzoni visitou o CEAL-LP nesta segunda (23) e conheceu as instalações do centro que atende pessoas com deficiência auditiva, intelectual e TEA no Distrito Federal.

Thiago Manzoni no CEAL-LP
Foto: Jeremias Alves

O Deputado Distrital Thiago Manzoni visitou nessa segunda (23) o Centro Educacional da Audição e Linguagem Ludovico Pavoni – CEAL-LP, unidade especializada na assistência à saúde de pessoas com deficiência auditiva, intelectual e com transtorno do espectro do autismo (TEA).


Durante a visita, Manzoni conheceu as instalações, os tratamentos oferecidos no CEAL-LP e alguns usuários do centro. A unidade tem vínculo com o GDF, através da Secretaria de Saúde, e atende usuários do sistema único de saúde, além de convênios particulares.


"Há um grande trabalho sendo realizado lá. O que mais me impactou foi ver crianças com deficiência auditiva cantando e sendo estimuladas a se desenvolver", disse Manzoni.

Uma das prioridades do mandato de Thiago Manzoni é contribuir para que a comunidade surda tenha mais qualidade de vida no DF.


O CEAL-LP contribui para que pessoas com deficiência auditiva tenham uma vida melhor, principalmente em relação ao trabalho com surdos oralizados - aqueles que utilizam uma ou mais línguas orais para estabelecer uma comunicação com outras pessoas.


Entre os serviços oferecidos pelo CEAL-LP estão: avaliação, diagnóstico, intervenção terapêutica, seleção e adaptação de aparelho de amplificação sonora individual, entrega e adaptação do sistema Frequência Modulada – FM, entre outros.


Brasil


Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que cerca de 8,9% da população brasileira acima de 2 anos tem algum tipo de deficiência, o que equivale a aproximadamente 18,6 milhões de pessoas.


Segundo a pesquisa, 3,4% dos brasileiros possuem deficiência visual; 1,1% tem deficiência auditiva e aproximadamente 1,2% tem deficiência intelectual.


Em relação ao Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), dados do Center of Diseases Control and Prevention (CDC) dos Estados Unidos apontam que de 1% a 2% da população mundial possui TEA. Por esses número, o Brasil teria aproximadamente 2 milhões de pessoas com o transtorno.


Comentários


bottom of page