top of page

Manzoni prioriza ações voltadas à comunidade surda

Em café da manhã com a comunidade surda, o deputado ouviu as dificuldades e fez encaminhamentos


Manzoni realiza café da manhã com a comunidade surda do DF
Foto: Jeremias Alves

A comunidade surda do DF representada por vários seguimentos da sociedade, no qual eles estão inseridos e atuantes, reuniram-se na manhã desta sexta-feira (15) com o Deputado Thiago Manzoni. Os representantes apresentaram as suas demandas, principalmente voltadas à questão bilíngue de surdos, profissionalização de intérpretes de libras e esportes.

Thiago Manzoni tem priorizado a inclusão e acessibilidade em suas ações do gabinete, que conta com uma assessora de acessibilidade, Vânia Rocha
Foto: Jeremias Alves

Desde o início de seu mandato, o Deputado Thiago Manzoni tem priorizado a inclusão e acessibilidade em suas ações do gabinete, que conta com uma assessora de acessibilidade, Vânia Rocha. Além de realizar eventos com tradução em Libras e produção de material de prestação de contas acessível, o deputado acompanha de perto as necessidades da comunidade surda e marcou este café da manhã para ouvir os principais desafios enfrentados pelos surdos no DF.

Deborah disse que o esporte faz com que essas pessoas estejam juntas
Foto: Jeremias Alves

Deborah Souza, da Federação de Esportes de Surdos no DF e atleta surda, contou as dificuldades para conseguir local adequado para treinar e disse que o esporte é de suma importância porque, primeiramente, trabalha a questão da felicidade da pessoa.


"Existe uma rivalidade, e o esporte une as pessoas. O esporte faz com que essas pessoas estejam juntas. Então, assim, alguns surdos precisam aprender em relação ao respeito, à diversidade, e o esporte faz com que a união aconteça".
Lucas Moura, agradeceu o convite e disse que a Michelle o pediu para representá-la, pois estava em viagem
Foto: Jeremias Alves

O assessor de acessibilidade junto à primeira-dama, Michelle Bolsonaro, Lucas Moura, agradeceu o convite e disse que a Michelle o pediu para representá-la, pois estava em viagem.


"Hoje é um momento muito importante, deste debate e interação entre nós. Ter o deputado aqui nos ouvindo, nos apoiando é muito importante. Vocês lembram tudo o que foi feito no passado pela dona Michelle, aquela luta no início do governo, em que ela se movimentou bastante em prol da comunidade surda, influenciou a sociedade de maneira positiva, e eu vejo que o deputado tem feito também muita coisa em relação à comunidade surda".
O professor Messias Ramos agradeceu ao deputado por ouvi-los.
Foto: Jeremias Alves

O professor Messias Ramos, representante da UNB e da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos - FENEIS DF, agradeceu ao deputado por ouvi-los.


"Este momento é muito importante, mesmo. Como o Lucas falou, tudo começou quando a Michelle plantou uma semente no Brasil e aqui em Brasília, e hoje o senhor continua esse trabalho, muito obrigado".

Várias demandas foram pontuadas na reunião, e o deputado Manzoni se comprometeu a sugerir ao GDF a criação de uma subsecretaria específica de atenção aos surdos, criar uma frente parlamentar em defesa da comunidade surda e estabelecer um grupo de trabalho, com o objetivo de manter essa troca de informações e efetivar ações para sanar as solicitações levantadas.


Além das pessoas citadas acima, participaram da reunião o pastor Waberson Princima, representando a Acessibilidade Comunicacional na Central de Intérprete de Libras (CIL); a fotógrafa autônoma, Sara Alves; a Intérprete Universitária da UNB, Dânnia Vasconcellos; e a assessora de acessibilidade no gabinete da Deputada Amália Barros, Elizângela Castelo Branco.







Comments


bottom of page