top of page

"O grande protagonista da história nunca foi o Estado. Sempre foi o povo", afirma Manzoni

O Deputado Distrital Thiago Manzoni realizou nessa sexta (17) o lançamento da Frente Parlamentar do Pagador de Impostos e da Liberdade Econômica no plenário da Câmara Legislativa do DF.


O parlamentar reuniu pagadores de impostos de todo o Distrito Federal para o lançamento de um projeto que pretende valorizar o cidadão, incentivar o empreendedorismo, melhorar o ambiente de negócios e reduzir a burocracia.



Foto: Jeremias Alves


No discurso de abertura do evento, o Deputado Thiago Manzoni falou sobre a evolução da sociedade e como a liberdade econômica foi fundamental para que as pessoas melhorassem suas vidas.


"A única medida que foi capaz de interromper os ciclos de pobreza e de miséria ao longo da história da humanidade foi o impedimento do Estado de atrapalhar a vida das pessoas", disse Manzoni.




Para o parlamentar, é preciso dar liberdade para o indivíduo empreender, realizar seus projetos e o Estado não pode ser um obstáculo nesse caminho.


"O maior programa de transferência de renda que já se conheceu é a liberdade. É a liberdade que permite ao ser humano sonhar, é a liberdade que permite ao ser humano levar comida para a mesa. É a liberdade que nos permite ver os nossos filhos crescerem e desfrutarem daquilo que nós mesmos podemos construir e entregar. A verdade é que o grande protagonista da história nunca foi o Estado, sempre foi e sempre será o povo, o indivíduo, o cidadão".

O evento marcou o início do uso do sinal de Margaret Thatcher para a comunidade surda. O Grupo de Trabalho formado dentro do gabinete do Deputado Thiago Manzoni criou o sinal para a primeira-ministra britânica, um ícone da luta pela liberdade econômica ao longo da história.


Na composição da mesa do evento, também estiveram a Deputada Federal Bia Kicis (PL), o Presidente da Associação Comercial do DF, Fernando Brites, e o Professor Doutor da Universidade de Brasília Ricardo Caldas.





Em seu discurso, Bia Kicis elogiou o termo "pagador de impostos" usado no título da Frente Parlamentar.


"O pagador de impostos não tem que ser chamado de contribuinte. Quem contribui, a palavra induz a algo que deveria ser algo voluntário. Mas não. Eu estou pagando imposto porque eu sou obrigado a pagar impostos, ainda mais num sistema como o nosso, tão confuso, tão obscuro, tão caro", disse a Deputada Federal.

O Presidente da Associação Comercial do DF, Fernando Brites, ressaltou a importância das empresas para o crescimento da economia.


"A empresa não pode ser tida como uma inimiga do governo e nem um vilão de qualquer questão que se possa colocar. a empresa é, acima de tudo, uma parceira do governo e assim tem que ser entendida", destacou Brites.

O Professor Ricardo Caldas fez uma apresentação sobre a evolução do liberalismo ao longo da história, grandes autores e defensores da liberdade econômico e exaltou o papel dos empreendedores para o desenvolvimento econômico.


“Ao não reconhecer o empreendedor, quantas perdas nós teríamos? Para o empreendedor sobreviver, ele precisa ser incentivado."

A abertura da sessão solene foi feita pela banda da Polícia Militar do DF. Também estiveram no evento representantes do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes do DF (SINDHOBAR), do Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON), do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do DF (SINEPE), do Conselho de Corretores de Imóveis (CRECI), de associações comerciais, advogados e empresários do DF.


Assista o vídeo do evento na íntegra aqui:




Commentaires


bottom of page