top of page

Manzoni defende a imagem da Câmara Legislativa e afirma que não há uma "bancada da maconha"

Na sessão ordinária desta terça-feira (04) na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), o Deputado Thiago Manzoni falou sobre uma marcha ocorrida recentemente, na qual um deputado afirmou que na Casa há uma "bancada da maconha". Segundo Thiago Manzoni, essa declaração, além de não ser verdadeira, prejudica a imagem da instituição.

Manzoni defende a imagem da Câmara Legislativa e afirma que não há uma "bancada da maconha"
Foto: Jeremias Alves

Manzoni mencionou uma marcha que ocorreu recentemente em Brasília, chamada de "marcha da maconha", e criticou um discurso feito por outro deputado distrital durante o evento. Esse parlamentar afirmou que a CLDF possui uma "bancada da maconha" e acusou deputados federais de serem traficantes de drogas.


“Essa Casa é presidida por um policial civil. Apologia às drogas é crime. Essa Casa não tem a bancada da maconha,” enfatizou.

Manzoni ressaltou a postura dos participantes da marcha, que, segundo ele, mostraram desrespeito às forças de segurança. O deputado relatou que os mesmos que defendiam em sessão plenária anterior a instalação de câmeras de segurança para "proteger a polícia", em um momento, cantavam músicas ofensivas e depreciativas à polícia em outro.


“Eu lamento que isso tenha acontecido e preciso, não só como parlamentar, mas como presidente da Comissão de Constituição e Justiça, fazer um desagravo a essa Casa e dizer que aqui dentro, essa suposta bancada da maconha não existe, mas se existisse, seria tão minoritária quanto ela é nas ruas. O esvaziamento daquela marcha é refletido aqui dentro, é quase zero, é quase ninguém”, disse Thiago Manzoni.


Commentaires


bottom of page