top of page
  • Carla Lepesteur

"Uma vergonha para os brasileiros", diz Manzoni sobre visita de Maduro ao Brasil

Durante discurso no plenário da CLDF, Deputado Thiago Manzoni condenou presença do ditador no país.



Foto: Jeremias Alves

O Deputado Distrital Thiago Manzoni condenou a presença de Nicolás Maduro no Brasil durante discurso no plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal nessa terça (30).


Para o parlamentar, o Presidente Lula tenta dar ares de democracia a um ditador sanguinário que condena milhões de venezuelanos à fome e à miséria.


Manzoni criticou o discurso no qual Lula afirmou que Maduro precisa construir uma "nova narrativa" sobre a Venezuela para mudar a opinião das pessoas sobre o país.


"Negar os fatos que os nossos olhos veem desde a época de Hugo Chávez, não dá. Negar o fato de que há carros passando por cima da população da Venezuela, literalmente, não dá. Negar que mais de 6 milhões de venezuelanos fugiram da miséria e da fome a que o socialismo condenou aquele país, não dá", disse Manzoni.

O Partido Liberal, liderado pelo Deputado Distrital Daniel Donizet na CLDF, apresentou moção de repúdio à visita de Nicolás Maduro ao Brasil. O documento ainda não foi votado pelo plenário.


Nicolás Maduro veio ao Brasil a convite do Presidente Lula para um encontro com outros líderes da América do Sul. Em 2019, o então Presidente Jair Bolsonaro proibiu que Maduro entrasse no país.


Em 2020, o governo dos Estados Unidos ofereceu uma recompensa de US$ 15 milhões a quem desse informações sobre o paradeiro de Maduro. Nos Estados Unidos, ele é acusado de envolvimento com o terrorismo internacional e narcotráfico.

Comments


bottom of page