top of page

Racismo é inaceitável, mas como todo crime, precisa ser comprovado

Nesta terça-feira (11), ao proferir parecer ao Projeto de Lei nº 429/2023, de combate ao racismo, o Deputado Thiago Manzoni disse que a discriminação racial é inaceitável. Manzoni, que preside a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Legislativa, concorda que casos comprovados de racismo durante jogos esportivos justificam a interrupção das partidas em estádios do DF. Porém, ele expressou preocupação com o possível cancelamento de jogos devido a denúncias infundadas.

Racismo é inaceitável, mas como todo crime, precisa ser comprovado
Foto: Jeremias Alves

O Projeto de Lei nº 429, de 2023, é de autoria do Deputado Max Maciel, institui a Política Distrital ‘Vinícius Jr.’ de combate ao racismo nos estádios e arenas esportivas no âmbito do Distrito Federal. Em 2023, o jogador de futebol Vinícius Júnior foi vítima de ataques racistas durante um jogo do campeonato espanhol.


“Antes de mais nada, racismo é uma das coisas mais abjetas que a gente vive na nossa sociedade. Não só no Brasil, mas no mundo. E o Vinícius Júnior se tornou um símbolo de combate a esse mal que assola a humanidade. Nós somos todos iguais”, disse Manzoni.

Entretanto, Manzoni ressaltou que o artigo 3º do projeto diz que torna-se obrigatório a interrupção da partida em andamento em caso de denúncia. O deputado acredita que, com a reconhecida manifestação de conduta racista, deve-se interromper a partida e não apenas com uma simples denúncia, em que não se apurou o fato. Mesmo votando favoravelmente ao projeto, Manzoni pediu que algumas ponderações fossem levadas em consideração:


“Aqui, em alguns desses eventos esportivos, nós temos público superior a 70 pessoas e me preocupa que eventuais denúncias falsas sejam motivos suficientes para que a partida seja interrompida. Aí, estaríamos prejudicando todos os consumidores. Então, indago se não seria o caso de fazermos uma emenda supressiva para retirar o caso da simples denúncia”, concluiu.


Comments


bottom of page