top of page

"O que aconteceu no Brasil em 2022 foi um verdadeiro estelionato eleitoral", diz Manzoni em discurso

O Deputado fez alguns apontamentos do que tem acontecido pelo país


Durante a sessão ordinária da Câmara Legislativa desta quarta-feira (7), o Deputado Thiago Manzoni disse que o Brasil está submetido novamente às práticas conhecidas do PT. O primeiro exemplo citado pelo deputado distrital foi o fato de o presidente Lula ter passado a campanha dizendo que era contra o aborto e ao assumir, o seu Ministério da Saúde tirou o Brasil do pacto internacional contra o aborto.


Manzoni fala sobre estelionato eleitoral
Foto: Jeremias Alves

Manzoni explicou que o presidente Lula seguiu uma direção durante a campanha eleitoral, porém, em seu governo, fez o oposto do que se comprometeu, e atualmente há uma espécie de confraternização entre o executivo e o judiciário, numa aparente tentativa de apagar o passado.


"Tivemos perdões de dívidas de duas empresas, uma delas pertencente à família Batista, que teve 10 bilhões de reais perdoados em acordos de leniência que as empresas da família Batista tinham celebrado pelos roubos que perpetraram no Brasil, junto com o governo PT nos governos anteriores. E a Odebrecht foi perdoada em 8,5 bilhões de reais. É como se a corrupção não tivesse ocorrido e como se esse perdão fosse fazer com que a população esquecesse o que aconteceu. Não vamos esquecer".

Para o distrital, o Brasil está submetido de novo ao mesmo governo e são as mesmas práticas. Colocam o pobre no discurso e depois governam para os ricos.

"Eles discursavam para os pobres e governavam para os ricos. As empresas no Brasil fecham sem parar hoje. O Brasil freia o seu ritmo de crescimento econômico e o que o governo faz? A mesma coisa que fazia. Esta semana, a Volkswagen, uma empresa de ricos, teve aprovado o empréstimo de R$ 500 milhões do bolso do pagador de impostos. O caminho é a ruína, a pobreza, o desemprego e a miséria, e nós precisamos interromper isso. Nós não podemos tolerar que as mesmas práticas se repitam", apelou Thiago Manzoni.

Veja o discurso completo no vídeo abaixo:



留言


bottom of page