top of page
  • Ananda Moura

"O maior gerador de pobreza é o Estado", disse Manzoni

O modo de ter uma vida melhor é mais trabalho e menos Estado


Na sessão ordinária da Câmara Legislativa desta quarta-feira (13), o Deputado Thiago Manzoni iniciou o seu discurso respondendo a falas anteriores, que criticavam a ação do GDF no combate à dengue. Sobre o papel do Estado na vida das pessoas, o Deputado afirmou que a solução para a maioria dos problemas no DF não passa pelo governo.

O maior gerador de pobreza é o Estado
Foto: Jeremias Alves
"Quem anda na rua sabe que o governo Ibaneis tem aprovação da população do DF. É muito fácil fazer uso da tribuna para ficar atacando pedras. Seria mais fácil apresentar soluções, mas as soluções são complexas porque os problemas de uma cidade do tamanho de Brasília são complexos e a solução da maioria deles não passa pelo governo", disse.

Em resposta a pontos levantados anteriormente sobre a pobreza, Manzoni afirmou que combater a desigualdade é uma abordagem equivocada. Segundo o Deputado, os seres humanos são diferentes e essa diversidade se reflete em suas escolhas e resultados.


"A igualdade não existe, a não ser que seja uma igualdade como a de Cuba ou a da Venezuela, onde todos são miseráveis. Por outro lado, nós não podemos tolerar a pobreza. A pobreza deve ser combatida e ela não é combatida quando o gerador de riqueza é desrespeitado, como acontece no Brasil. O empreendedor é ofendido, agredido principalmente pela classe política de viés de esquerda, como se prosperar fosse crime", contou.

Para Thiago Manzoni, as pessoas precisam entender que a solução dos problemas da sociedade não vai ser dada pelo Estado e que cada um deve assumir a responsabilidade por suas escolhas. De acordo com ele, o maior gerador de pobreza ao redor do mundo é o Estado.


"À medida que nós demandamos direitos do Estado, o Estado precisa se financiar, e para isso, ele tira dinheiro do povo e empobrece a população. Todos os que querem viver às custas do Estado se esquecem, que é o Estado que vive às custas de todos nós. O governo só precisa sair da frente e deixar a gente trabalhar", concluiu.


Comments


bottom of page